ORIGEM DE DAN BROWN

Já chegou há uma semana e para a(o)s fãs como nós, foi uma vitória digna da expressão "veni, vidi, vici" (tradução livre "vim, vi e venci") como diria o Imperador Júlio César. Confessamos que esperávamos impacientes por este novo romance de Dan Brown, e avançamos já que esteve à altura das expectativas!
Frisamos que não fazemos aqui menção de livros que não tenhamos lido pessoalmente, pelo que nem sempre conseguimos partilhar convosco a nossa opinião sobre os mesmos em tempo de ser notícia fresca.
E este livro é possante, em termos de páginas e de enredo. "Viciante" diríamos e confessamos que foram dias de estarmos completamente embrenhadas na história sem termos a noção do tempo. Já os antigos dizem que um livro é uma viagem e acreditem que têm sido uns dias com poucas horas de sono. É tão difícil largar um livro quando nos interessa, para irmos dormir cheias de curiosidade! Mas adiante ... 

Quem conhece e lê Dan Brown sabe que há uma regra que nos orienta e leva a desconfiar de tudo e todos: o mais normal é a personagem que parecer mais culpada não o ser e que a mais improvável é certamente um malandro da pior espécie. Mas aqui ... perdemo-nos o que tornou o final realmente surpreendente e inesperado. 

Arte, tecnologia, inteligência artificial e religião, formam o pack de ingredientes do novo livro do autor de thrillers mais popular do mundo que foi lançado pela primeira vez ao mesmo tempo que a versão em inglês. 

À semelhança dos livros anteriores, também em «Origem» Dan Brown coloca uma grande questão: será que a ciência tornará a religião obsoleta? 

Assentando na premissa "De Onde Vimos. Para Onde Vamos" este novo livro acompanha novamente o simbologia Robert Langdon em proezas entre enigmas estrondosos, inventivos e de uma enorme actualidade, desta vez em cidades espanholas.

Uma nota particularmente honrosa para a tradução desta obra por Nuno Castro que soube transportar os leitores para dentro da história sem que a emoção se perdesse na linguística! 

Sinopse:
Bilbau, Espanha.
Robert Langdon, professor de simbologia e iconologia religiosa da universidade de Harvard, chega ao ultramoderno Museu Guggenheim de Bilbau para assistir a um grandioso anúncio: a revelação da descoberta que «mudará para sempre o rosto da ciência.» O anfitrião dessa noite é Edmond Kirsch, bilionário e futurista de quarenta e dois anos cujas espantosas invenções de alta tecnologia e audazes previsões fizeram dele uma figura de renome a nível global. Kirsch, um dos primeiros alunos de Langdon em Harvard, duas décadas atrás, está prestes a revelar um incrível avanço científico… que irá responder a duas das perguntas mais fundamentais da existência humana.

No início da noite, Langdon e várias centenas de outros convidados ficam fascinados com a apresentação tão original de Kirsch, e Langdon percebe que o anúncio do amigo será muito mais controverso do que ele imaginava.

Mas aquela noite tão meticulosamente orquestrada não tardará a transformar-se num caos e a preciosa descoberta do futurista pode muito bem estar em vias de se perder para sempre.

Em pleno turbilhão de emoções e em perigo iminente, Langdon tenta desesperadamente fugir de Bilbau. Tem ao seu lado Ambra Vidal, a elegante diretora do Guggenheim que trabalhou com Kirsch na organização daqueleprovocador evento.

Juntos, fogem para Barcelona, com a perigosa missão de localizarem a palavra-passe que os ajudará a desvendar o segredo de Kirsch.

Percorrendo os escuros corredores de história oculta e religião extremista, Langdon e Vidal têm de fugir de um inimigo atormentado que parece tudo saber e que parece até de alguma forma relacionado com o Palácio Real de Espanha… e que fará qualquer coisa para silenciar para sempre Edmond Kirsch.

Numa viagem marcada pela arte moderna e por símbolos enigmáticos, Langdon e Vidal vão descobrindo as pistas que acabarão por conduzi-los à chocante descoberta de Kirsch… e a uma verdade que até então nos tem escapado e que nos deixará sem fôlego.


Sobre o Autor

Com 200 milhões de exemplares de livros impressos em todo o mundo, com tradução para 56 línguas, Dan Brown é o autor de thrillers mais popular globalmente, autor de diversos livros que conquistaram o nº 1 dos tops internacionais, como «O Código da Vinci», «Anjos e Demónios», «Símbolo Perdido»,« Inferno», «A Conspiração» e «Fortaleza Digital».

Lembramos que Dan Brown estará em Lisboa para o lançamento do seu novo livro, «Origem». O evento, aberto ao público e de entrada gratuita, acontecerá às 17:00 de dia 15 de outubro, domingo, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa




Sobre o livro:

Género: Literatura / Thriller| 
Tradução: Nuno Castro | 
Formato: 15 x 23,5 cm | 
N.º de páginas: 552 | 
Data de lançamento: 4 de outubro de 2017 | 
PVP: € 22,90 | 
ISBN: 978-972-25-3420-8

Comentários