ENTREVISTA A RUTE CALDEIRA | POR JUST WOMAN

Sobre a meditação há muito para falar pelo que pedimos a Rute Caldeira, uma referência desta área e que  vai estar a orientar a meditação em grupo no palco principal do Wanderlust Lisboa a 8 de Outubro, que nos desse algumas dicas sobre a pratica. 
1.O acalmar da mente, o regressar ao nosso interior. Para quem nunca praticou meditação, quais as vantagens imediatas, da sua experiência, que pode enunciar para motivar alguém a começar?

RC Felizmente são muitos os benefícios e eles são sentidos tão rapidamente, que é muito fácil apaixonarmo-nos por esta prática. A meditação ajuda-nos a regressar à nossa verdadeira natureza - o ser humano não é por natureza violento, impulsivo, impaciente ou crítico. A natureza humana é compassiva, amorosa e calma, mas com a rotina, com os traumas, com o contexto social no qual o Homem está envolvido vai perdendo a pureza desse estado. 
O que a meditação permite? Que relembramos que somos extremamente poderosos, poderosos ao ponto de perante desafios exigentes conseguirmos ter foco, distanciamento, clarividência e calma. 

A meditação ajuda a regular o ritmo cardíaco, reduz a amplitude das ondas cerebrais o que nos ajuda a "sair" de estados de stress, retira-nos de estados de ansiedade e "elimina" o nosso "lado animalesco".

2.Pode dar umas dicas de como se aprende a meditar?

RC A meditação pode ser uma prática muito simples, se assim quisermos. Por exemplo - a pessoa pode experimentar sentar-se à beira mar e durante alguns minutos colocar todo o seu foco nas ondas, o som que emanam, se estão calmas, se estão altas, as cores, tudo o que diga respeito ao mar vai estar como objecto de atenção do observador (aquele que medita). Depois da pessoa atingir esse objetivo, rapidamente se apercebe de que os seus pensamentos deixaram de estar dispersos com o que se "passa lá fora", essa capacidade deve ser aproveitada para a pessoa passar agora, a sentir e a observar a sua própria respiração - como observou o mar.

E nesse tempo, o observador fica preparado para mergulhar em si mesmo, dando-se conta do que vive no "seu mundo" ao mesmo tempo que oferece a si mesmo um precioso presente - saber parar!


3.Em ambos os livros, “Liberta-te de Pensamentos Tóxicos” e “Simplifica a Tua vida” (que lemos de uma assentada, muitos parabéns! Claro que os vamos reler porque qualquer um deles é um manancial de informação que dificilmente poderíamos reter numa leitura tão “desrespeitosa”), a questão dos pensamentos e emoções daí provenientes é recorrente. Em todos os exercícios a utilização consciente da respiração para provocar uma reacção no corpo é constante. Pode-se por isso inferir que a respiração é uma das formas de indução ao estado meditativo?

RC Sim sem dúvida, a respiração é o que nos permite entrar num estado de concentração, e só depois de atingirmos esse estado é que estaremos preparados para "desligar" do mundo exterior é gozar dos efeitos da meditação que nos conduz ao nosso tão bonito mundo interior.

(Muito obrigada pelas palavras referentes a ambos os meus livros, fico extremamente feliz de receber um feedback tão positivo).

4. A meditação e a alimentação. Algumas dicas?

RC Sou uma das pessoas que defende que somos o que pensamos e o que comemos. O nosso corpo não é um "conjunto de partes" a viver de forma separada. Somos um todo que precisa ser nutrido de forma saudável e isso passa também, pela alimentação. Apostar em cereais integrais, leguminosas, muitos vegetais, fruta, é uma forma excelente de manter o nosso corpo "limpo", uma alimentação saudável e limpa influência também o nosso estado de espírito e energia - somos mais calmos, mais activos e menos letárgicos. Sou macrobiótica e essa opção alimentar foi um dos grandes contributos para a minha qualidade de vida.


5.Onde a podemos encontrar? Dá aulas em algum espaço?



RC Sim dou semanalmente sessões de meditação, sinto o ensinar a meditar como uma missão, pois vejo a forma como transforma a vida das pessoas. Espaços onde estou ...toda essa informação é partilhada semanalmente na minha página profissional do facebook:

M'Ynha Shala - Aldeia do Penedo em Sintra (num espaço de madeira construído por mim e pelo meu marido, mesmo para este efeito)

Casa da Aldeia - em Cascais;

Casa da Belica - em Barcelos.

Obrigada pela entrevista e vontade em divulgar esta prática:)

Comentários