HOJE ESTOU ASSIM... | POR SÓNIA SANTANA - JUSTWOMAN

Sabem aqueles dias em que acordamos e nos questionamos para onde vamos com tanta pressa? Hoje acordei assim, com pressa em chegar não sei onde, para fazer nem sei o quê para atingir um objectivo que desconheço.
Que hoje tenho coisas para fazer é verdade, coisas banais do dia a dia que não consigo fazer durante a semana normal, que não têm prioridade própria mas que contribuem para a minha própria orientação mental. Estas semanas de feriados têm muitas vantagens, uma das quais, para mim, é conseguir organizar-me. 
Mas esta compulsão em estar ocupada hoje fez-me espécie; esta necessidade de estar constantemente atarefada, como se dessa forma aumente o valor  da minha existência. Uma das coisas que mais me perturba é ver o comportamento alheio de "estar ocupada a parecer ocupada" ("busy being busy") e questiono-me se também eu não terei caído nessa armadilha. Pela força do hábito de estar sempre realmente ocupada, a correr de um lado para o outro, será que perdi a capacidade de estar simplesmente quieta, e apreciar a ausência de tarefas? Será que contraí o vírus da "fuga para a frente" para deste modo não parar para olhar para a minha vida e questionar as minhas opções?

Também vos acontece? O que vos parece?


Comentários