O QUE ESTÁ POR TRÁS DOS NOSSOS DESEJOS?

Os nossos anseios e desejos são normalmente sintomas psicossomáticos de emoções não verbalizadas. Já aqui falámos de que as nossas emoções condicionam os nossos sentimentos que por sua vez influenciam os nossos comportamentos. Fomos pesquisar um pouco mais sobre o tema para vos darmos uns exemplos mais concretos. Eis o resultado:


1. CHOCOLATE

O seu corpo precisa de: Magnésio

A mensagem do seu corpo: Necessidade de carinho/Ligação 

Uma boa substituição:Espinafres, sementes de abóbora, feijões, lentilhas, abacate, nozes (cruas, demolhadas)









2. CARBO-HIDRATOS


O seu corpo precisa de: Azoto

A mensagem do seu corpo: Desejo por massas, pão pode significar necessidade de conforto e de acalmar

Uma boa substituição: Feijões, Lentilhas, cogumelos, espinafres,  nozes (cruas, demolhadas), ervilhas





3. GORDURAS
O seu corpo precisa de: Cálcio

A mensagem do seu corpo: Desejo por fritos, comida gordurosa pode significar necessidade de colmatar um sentimento de vazio

Uma boa substituição: couve, amêndoas, espinafres, brocolos, laranjas/tâmaras/ameixas, sementes de sésamo, mostarda-castanha







4. BEBIDAS COM GÁS

O seu corpo precisa de: Cálcio

A mensagem do seu corpo: Desejo por bebidas com gás pode significar que está a combater a tristeza, falta de energia ou aborrecimentos

Uma boa substituição: couve, amêndoas, espargos, brócolos, laranjas/figos/tâmaras/ameixas, sementes de sésamo, espinafres, quiabos




5. AÇUCAR/DOCES



O seu corpo precisa de: Crómio, Enxofre, Triptófano

A mensagem do seu corpo:À procura de prazer e conforto, conhecimento e valorização.

Uma boa substituição: Couve, bróculos, uvas, repolho, couve-flor, legumes como ervilhas e feijão.




7. SALGADOS/CROCANTES

O seu corpo precisa de: Sódio, Silício

A mensagem do seu corpo:Pode indicar stress, ansiedade, raiva,  ou uma outra emoção por processar

Uma boa substituição: Algas, azeitonas, aipo, alface, tomate, nozes (cruas e demolhadas)










Fonte: Ahlea Khadro 
Crédito das imagens: pixabay.com

Comentários