MOMENTOS DE AMOR PRÓPRIO | POR DIANA FAUSTINO - OMSHANTI

Um tema recorrente nas consultas é o tema procriação, portanto engravidar e a dificuldade que existe em tornar este passo uma realidade.
Naturalmente que é normal virem à Leitura do Útero Sagrado® pessoas com problemas relacionado com o útero, o que eu não tinha conhecimento é que existem tantas pessoas (e ao que parece, cada vez mais) a necessitar de recorrer a apoios médicos para a realização deste sonho. 

(Chamo a atenção para estar a falar de casos em que não existe uma doença ou uma razão fisicamente comprovada, isto é ambos os intervenientes são pessoas saudáveis fisicamente.) 

Mas durante a leitura, pelo menos da parte da mulher - e honestamente parece-me que da parte do homem também (perdoem-me a especulação) -, temos uma realidade emocional e energética que não é saudável.

Pensamentos nocivos que se materializam nas experiências que atraímos para nós, então quando uma mulher se focou grande parte da vida a comprovar o quanto não era merecedora, não era boa o suficiente, não era um ser criativo capaz de realizar os seus desejos e objectivos é natural que ao ser confrontada com uma situação “s.o.s.”, nos lembremos de ir buscar os velhos gurus e o seu pensamento positivo. Infelizmente esta parte não chega, toda aquela negatividade já provocou estragos que têm de ser sanados desde a raiz, num trabalho profundo de recuperação da auto-estima, criança interior e sabedoria interna.

É como se tivéssemos um copo de água retirado de um pântano lamacento e quiséssemos juntar um copo de água da melhor fonte, e os juntássemos: o que vai acontecer é que a qualidade da primeira pode melhorar num primeiro impacto contudo vai ser contaminada inevitavelmente, o mesmo acontece quando apenas procuramos uma solução “penso rápido” e aqui entramos na frustração. 

Sim, o pensamento positivo e a atitude positiva é importante, mas também é importante o ter tempo para cuidar de si mesma, para se nutrir bem (fisicamente, emocionalmente e espiritualmente) e dar atenção ao centro de poder que é o útero. 

Apenas por fazer estas coisas supra citadas as melhorias serão instantâneas, especialmente a melhoria perante a nossa atitude e energia de realmente querer fazer uma cura profunda, portanto de começar a limar o diamante interno para ficar cada vez mais empoderado. Não se esqueçam também que estamos na era de aquário e que as novas crianças que estão a descer até este planeta são crianças extremamente sensíveis e que energeticamente não toleram um útero carregado de medos, pesos energéticos e com falta de amor próprio. 

Podemos fazer pequenos passos para iniciar esta cura pessoal, deixo-vos algumas ferramentas/dicas:

1 – Reservar todos os dias cinco a dez minutos de silêncio e sentir a respiração: aumentar o fluxo de ar dentro dos pulmões e sentir para onde o oxigénio se espalha e leva a vida, usando o mantra “eu sou grata por estar viva!”;

2 – Conectar com o útero: basta fechar os olhos, respirar (exercício acima) e colocar as mãos no útero (dois dedos abaixo da zona do umbigo) e permitir que a informação chegue: como está o útero, como me sinto com esta nova experiência, será um lugar seguro?;

3 – Visualizar luz dourada ou cor de rosa dentro do útero a nutrir o útero físico e mantrar “O meu útero é um lugar seguro, acolhedor e amoroso”;

4 – Reservar diariamente tempo para fazer o que realmente se gosta e descansar bem;

5  Não permitir que os medos, receios, frustrações de terceiros façam parte dos pensamentos diários, por favor, escolham as pessoas que desejam ter por perto.

Desejo-vos bons momentos de amor próprio!

Um abraço!

Estas dicas podem ser usadas por todos, caso queiram partilhar a experiência podem fazê-lo para aqui!








Diana Faustino
www.omshantilx.com

omshantilx@gmail.com




Comentários