O QUE É A AUTO ESTIMA

Abordo este tema hoje, a propósito de uma conversa que ontem tive e que me incomodou. Falava-se de um flagelo na nossa sociedade: baixa auto estima; A verdade é que esta é uma situação cada vez mais comum num mundo cada vez mais duro mas mais liberto.
Não sou psicóloga nem psiquiatra, apenas uma mulher que já viveu o suficiente para ter experimentado todo o tipo de sentimentos, mas curiosamente não a baixa auto-estima. Fruto da minha educação? Fruto das minhas amizades? Fruto da minha vivência? Talvez tudo isso e talvez nada disso. 
Estive esta manhã a ler um pouco sobre o tema para poder resumir de forma prática esta questão...

A auto estima tem a ver com o valor que atribuímos a nós mesmas, mas que inicialmente nos é passado por quem nos rodeia, quem nos vê crescer e acompanha o nosso desenvolvimento físico, emocional, mental. 

Quanto mais a criança se sente amada e segura pelo seu núcleo duro (família mais chegada), maior será a probabilidade de se tornar um adulto confiante. Por outro lado, uma criança que cresce a ser menosprezada provavelmente será um adulto inseguro, resultando em dificuldades para escolher uma profissão (não sou bom em nada), para fazer amigos (não sou popular o suficiente) e para as conquistas amorosas (não sou bonita).

É importante dizer que a auto-estima é o valor interno que atribuímos a nós próprias e não tem relação com o externo (físico).

Para se resolver seja o que for é necessário que se consiga identificar pelo que deixo aqui alguns dos sintomas mais citados: 
  • necessidade de aprovação (reconhecimento e agradar); 
  • dependência (financeira e emocional); 
  • insegurança (ciúmes) ; 
  • não se permitir errar, ser perfeccionista; 
  • sentimento de não ser capaz de realizar nada; 
  • não acreditar em si mesma e duvidar dos restantes; 
  • dúvidas constantes, duvida de seu próprio valor; 
  • depressão; 
  • ansiedade; 
  • inveja; 
  • medo; 
  • raiva; 
  • agressividade; 
  • comodismo; 
  • vergonha; 
  • dificuldade em crescer profissionalmente e 
  • sentimento de inferioridade.

Comentários