MOMENTOS QUE NOS TOCAM | POR SÓNIA SANTANA

Hoje é o último dia de festa, católica e caótica. É o dia em que nos consciencializamos do sacrifício que há muitos anos atrás alguém fez por nós. Para mim, esse alguém é ainda mais recente e saiu da minha vida há precisamente 4 anos.
Dizem que saudade não tem hora, data ou local marcados. Mas a verdade é que há momentos que nos tocam, que nos ficam gravados. 

Há 4 anos neste exacto momento, nesta mesma hora e minuto, perdi uma pessoa especial, única na sua forma de estar, de dar e receber. A saudade que sinto dela é física, emocional e espiritual. Foi e é o meu exemplo de vida, e o meu louvor à Vida e o meu agradecimento por ser quem sou. 

Há pessoas assim, que sabem puxar o melhor de nós, que nos sabem orientar sem nos castrar e que pelo exemplo lideram.

E mesmo ausente fisicamente continua aqui na minha vida, nos meus pensamentos e sentimentos, a acompanhar as minhas dúvidas existenciais e a responder às minhas questões com flashes de memórias. E se isto não é estar presente na vida dos que ficaram, o que é? Li há muitos anos uma frase que define este meu sentimento. A saudade é a memória do coração, e o meu está repleto das Tuas memórias, Papá ⚮ ❤ ... 

Comentários