MEZINHAS CASEIRAS PARA UMA DOR DE GARGANTA VALENTE

Sou uma pessoa relativamente saudável mas que em certas coisas sou uma florzinha de estufa; mudanças súbitas de temperatura arruínam-me e há de imediato um sinal de alarme no meu corpo. Este foi o resultado de um fim de semana solarengo mas enganador: dores de garganta, congestão nasal e algum incómodo no peito. Para já decidi atacar sem os medicamentos químicos (sempre que posso fujo o mais possível deles nos primeiros sintomas), e deixo-vos aqui algumas mezinhas que me confortam nestas alturas: 

Consoante a urgência e a disposição, uso um dos que se seguem: 

Chá de Gengibre e CanelaTal como o nome indica, são apenas estes dois ingredientes. Eu ponho um pouquinho (mesmo muito pouco) de mel porque me sinto miserável e preciso de um conforto docinho ....

E por intermédio de uma amiga praticante fervorosa de Medicina Védica, também já incorporei um outro no meu tratamento caseiro: chá Ayurvédico.

O chá Ayurvédico (já o ouvi chamar Yogi) é composto das seguintes especiarias: 
  • Cravinho da índia: alívia a dor de cabeça e fortalece o sistema nervoso. 
  • Cardomomo: digestivo
  • Canela: Propriedades anti inflamatórias
  • Pimienta: digestiva.
  • Gengibre: estimulante, ajuda nos processos gripais, digestivos, é anti-oxidante e alcalinizante

O chamado chá yogui tem propriedades estimulantes e vitalizantes, podendo ser tomado por qualquer pessoa já que não contém cafeína nem teína. 

O modo de preparação é similar a qualquer bom chá: fervê-lo e deixa-lo de infusão por 5 ou 10 minutos. Atenção: não convém tomá-los a ferver, além dos motivos óbvios, é ter em conta que quanto mais quente o chá estiver maior secura irá trazer à garganta provocando uma tosse horrivelmente seca e dolorosa (fala a voz da experiência ...)

Experimentem e dêem-me a V/ opinião, se quiserem.

Comentários