DESCULPAS PARA EVITAR SER BEM SUCEDIDA NA SUA VIDA

Queremos crescer mais e mais, emocionalmente, profissionalmente e pessoalmente. Mas a verdade é que se não o fazemos na sua grande maioria das vezes, não tem a ver com as pessoas más que nos rodeiam, com as circunstâncias infelizes ou com a pouca sorte que nascemos a ter de conviver. Desculpem lá mas tem a ver connosco. Somos as nossas maiores castradoras!

Damos desculpas mais esfarrapadas em diversas situações para nos impedir de agir. Somos o que pensamos e as nossas acções revelam exactamente isso. Somos nós que: 

Adiamos porque estamos há espera do melhor momento
Não tenho tempo, não tenho dinheiro, as responsabilidades são grandes, e assim começa a lista de motivos pelos quais não é possível focarmo-nos num novo projeto agora. Mas, na realidade é que nunca há um momento certo porque haverá sempre um obstáculo. Lembre-se: a sua vida vai continuar a acontecer independentemente de achar que mais tarde é que é perfeito para começar.

Aceite mas é a responsabilidade pela sua vida, tente perceber qual o real motivo pelo qual não quer iniciar algo novo. Esforce-se para diminuir essa desculpa seja por prioritizando tempo na agenda para um pequenino primeiro passo, ou controlando gastos. Dê pequenos passos ...

O famoso autocolante da idade... 
"Ah porque sou muito nova ou muito velha para ..."
A tradição já não é o que era e a ideia preconcebida do que deveria fazer com a sua vida e em que idade é algo que não se coaduna com o que o mundo é nos dias que correm. Nunca é tarde ou cedo demais para começar seja o que for, pare de viver a vida que outros definiram para si, e pratique o não se deixar intimidar pelo julgamento dos outros. Não compare a sua vida com a dos seus amigos ou conhecidos, faça um plano do que quer e comece a executá-lo. 

Medo de falhar
O medo de perder é avassalador, principalmente porque desde pequeninos nos é incutido o espírito da "perfeição", do "vencedor". O medo do fracasso é esmagador, impede-nos de correr riscos e mantém-nos nas nossa zona de conforto. "Sou infeliz assim mas pelo menos sei com o que conto" . 

A definição real de “falha” costuma surgir na forma de algo que não está a reultar da maneira desejada. Mas, na realidade, isso não é fracasso, é simplesmente a vida e se a ideia do fracasso possa ser desencorajadora, a liberdade que vem com o abandono deste medo permite-nos vislumbrar outras formas de ultrapassar obstáculos.

Não fique bloqueada no seu presente, reconheça o que a impede de avança e tome providências. Por exemplo, não sabe línguas? Aprenda uma que saiba que lhe é útil para os seus objectivos; 

Não saber por onde começar 
É normal dizer-se que a parte mais difícil de tentar explorar o desconhecido é saber como dar o primeiro passo. Mas o primeiro passo não tem de ser o melhor, tem de ser o primeiro, já que depois pode ir ajustando ao longo do caminho. 

Não se sentir suficientemente boa para o que pretende
Duvidar do próprio potencial é algo comum na vida de todos, mas a verdade é que da mesma forma que a nossa mente nos empurra para concluir os projectos, ela própria nos desencoraja de começar... porque a nossa auto estima precisa de um apoio. Começa tudo em nós, e na nossa forma de nos olharmos. Se acha que não consegue algo, questione-se acerca das provas disso. Questione-se a si mesma, desafie-se ... vai ver que é mais fácil do que pensa. 

Pense nisto ... por si .... 








Comentários